Aprenda a reprogramar a sua mente em 2 passos

O tempo de leitura desse artigo é de 3 minutos.

“ai… que droga… agora eu tenho que sentar e responder aos 80 emails da minha caixa de entrada”

“eu tenho que acordar cedo para ir treinar”

“eu tenho que lavar a louça”

“eu tenho que fazer isso que odeio”

“eu tenho que fazer uma reunião com o insuportável do X”

….

seguindo a linha do tema da última sexta, de aceitar e conversar com o nosso macaquinho interno, hoje a sextaFilosofal vai te trazer algumas dicas de como reprogramar seu pequeno macaquinho para ele voltar a se comportar da maneira que deixe sua vida mais fácil, simples e fluida.

comece com uma simples mudança nos seus pensamentos.

troque o “eu tenho que” pelo “eu vou

leia novamente as frases e veja como seus sentimentos mudam:

“agora eu vou sentar e responder aos 80 emails da minha caixa de entrada”

“eu vou acordar cedo para ir treinar”

“eu vou lavar a louça”

“eu vou fazer isso que odeio”

“eu vou fazer uma reunião com o insuportável do X”

veja como faz toda a diferença.

ao trocar o “eu tenho que”, você sai da posição de vítima, fruto da imaginação coletiva que só reclama do que faz, e adota uma nova postura, agora assertiva e corajosa.

se você quer tornar as coisas ainda mais fáceis, troque o “eu vou”, pelo: “e se fosse fácil….”, perceba como melhora ainda mais:

e se fosse fácil sentar e responder aos 80 emails da minha caixa de entrada?

e se fosse fácil acordar cedo para ir treinar?

e se fosse fácil lavar a louça?

e se fosse fácil fazer isso que eu digo que odeio?

e se fosse fácil fazer uma reunião com o insuportável do X?

ao trocar seus pensamentos pelo “e se fosse fácil”, sua mente vai começar a fazer novas associações positivas, e automaticamente você começa a visualizar as atividades, que até então carregavam um peso enorme, de forma fácil, simples, fluida, e por que não, divertida!

foi o que usei hoje para escrever essa sexta filosofal pós almoço, quando meu macaquinho gritava por um copo de café que já não tomo há muito tempo, como desculpa para fazer o que precisa ser feito.

comecei a conversar com ele, para mostrar que o cenário não era tão ruim como ele, mimado, estava fazendo parecer ser.

e se fosse fácil escrever essa sexta filosofal em 20 minutos?

e se fosse fácil deixar de lado a preguiça pós almoço e fazer o que precisa ser feito?

e se fosse fácil, a partir de agora, apenas colocar um sorriso no rosto e escolher a felicidade?

e se fosse fácil deixar para trás as programações de escassez e medo a qual a sociedade vive, para viver uma vida simples, fácil e fluida?

e se você estivesse travado(a) agora em algo bem complicado em sua vida, seja a falta de disciplina, falta de foco, falta de energia e disposição e percebesse que é fácil alterar esse estado?

como seria? experimente fazer esse exercício agora!

convido você a fechar os olhos, e simplesmente escrever o que está travando você hoje, e tentar a partir disso escrever com o “e se fosse fácil” no começo.

escreva nos comentários do blog o que você está passando nesta sexta, e juntos vamos mudar esse padrão enquanto comunidade.

eu já escrevi os meus, e você? =)


// frase para você filosofar

#pt
“Tendo dedicado a primeira metade da minha vida ao escuro, eu me sinto obrigado a reverenciar qualquer ponto da luz agora.
# Mary Karr

#en
“Having devoted the first half of my life to the dark, I feel obliged to revere any pinpoint of light now.”
# Mary Karr

————
vC://sextaFilosofal.fechar()vC
————
se você achou valor nesse conteúdo, passe adiante =)

envie para aquele amig@/ familiar que gostaria de terminar bem a semana, ou compartilhe diretamente do blog.

aquele abraço forte!
tenha um final de semana maravilhoso!

nos vemos semana que vem ;D

Renato


// quero +

< clique aqui para acessar nosso arquivo com todos os artigos />