o whatsapp ficou chato que nem email: o que fazer?

O tempo de leitura desse artigo é de 3 minutos.

o whatsapp virou email: um monte de mensagens não lidas e “PowerPoint”s motivacionais em formato de video. qual é o próximo?

posso estar exagerando, mas esse é o sentimento que tenho ao abrir o whatsapp nas últimas semanas: é a mesma preguiça ao ver a caixa de entrada repleta de emails:

o que antes me trazia um certo prazer e alegria, hoje já não acontece.

percebi que o sentimento estendia-se até mesmo para as pessoas que mais gosto: ao receber mensagens da minha companheira, por exemplo, já não tinha a mesma alegria.

algo dentro de mim sabia que, se eu fosse abrir o aplicativo para responder ela, eu logo veria as milhares de mensagens de grupos e aquelas bolinhas azuis de mensagens novas irresistíveis e isso me dava preguiça.

a promessa do whatsapp é clara: conectar pessoas.

mas ultimamente sentia que ele estava fazendo exatamente o contrário.

percebendo isso, resolvi adotar algumas medidas que me fizeram voltar a usá-lo com alegria, e querer me conectar novamente às pessoas importantes na minha vida.

vou compartilhar com você, para você também testar e depois me falar se elas funcionaram também ;D

 #1 grupos de conversa

o grupo é aquela coisa: a alegria de poder se conectar com todos os seus melhores amigos aonde quiser. a sensação de que estamos todos juntos. só que não.

o que é em excesso, perde a graça.

como teste, resolvi sair de grande parte dos grupos os quais fazia parte.

o resultado foi o melhor possível: o que aconteceu foi que me peguei ligando para amigos e mandando mensagens individualmente.

parece que liberou um pouco de memória RAM aqui no sistema para poder lembrar de verdade deles.

 #2 app para falar apenas com 1 pessoa.

outra descoberta incrível que fiz foi o app Couple.

é um app apenas para casais, nele, você só pode conversar com UMA pessoa.

você baixa, se cadastra, e envia o convite individual por email para seu (sua) namorado(a), marido, mulher, enfim!

era tudo que eu precisava para dizer adeus às notificações do whatsapp.

com o Couple, voltei a ter tesão de trocar mensagens com a minha companheira: agora sei que, ao abrir o app, só vou ver as mensagens dela, nada mais.

#3 arquivar mensagens lidas e respondidas

uma coisa que estava acontecendo frequentemente era a síndrome do “respondi no pensamento”: eu recebia uma mensagem, respondia ela mentalmente, e deixava ela lá, para depois…. (sim, eu sei que você tá rindo e que você faz igual! hahaha),

nem preciso falar que as mensagens se perdiam, que nem na caixa de entrada do email….

ao arquivar, parece que mais memória RAM foi liberada, criando um sentimento de limpeza digital.

se você curtiu esse artigo, e acha que esse assunto é importante, que saber usar a tecnologia a seu favor é crucial para viver uma vida feliz e produtiva, tenho certeza que você (além de adotar essas dicas… ;D) vai querer assistir à nossa aula online gratuita sobre futurismo:

nesse domingo 6 de agosto às 19h30 (logo antes de Game of Thrones!!)

HACK THE FUTURE – redescubra o que é SER humano além do século 21.

uma aula ONLINE e GRATUITA.
< clique aqui para se inscrever. />

nesse dia, quero mostrar como entender o futuro, o presente e passado através do framework Hack Life.

como, por trás das tecnologias e forças exponenciais, é possível desenvolver suas características para prosperar no presente e no futuro, antes de se afogar no mar da era da informação. 

depois de estudar, morar e trabalhar no Vale do Silício, colocando a mão na massa no que há de mais avançado na tecnologia de lá, descobri que estava faltando algo: era necessário integrar a parte tecnológica com as ciências milenares do Yoga e Ayurveda (ciência da longa vida).

< clique aqui para cadastrar-se />
domingo, 6 de agosto às 19h30, aula ONLINE e GRATUITA.

vamos juntos unir o desenvolvimento tecnológico ao despertar da consciência.

não se esqueça de compartilhar esse texto pro seu primo que vive no mundo da lua, pro seu tio que vive no passado e ÓBVIO, para aquele amigo que vai curtir muito o conteúdo.

nos vemos por lá ;D

Renato Stefani

Renato Stefani

apaixonado pelo desenvolvimento pleno e integral do ser humano, em busca do equilibrio entre corpo, mente e alma, aliando desenvolvimento tecnólogico ao despertar da consciência.
isso define quem eu sou.

o que eu faço?
sou o fundador do Hack Life,
instrutor de Yoga certificado pelaInternational Sivananda Yoga Vedanta Centre, especialista em futurismo e tecnologias exponenciais pela Singularity University.
Renato Stefani

Gostou do texto? Vamos continuar a discussão, criar nossa comunidade viva de hackers da própria vida. Deixe seu comentário!